Noticias - Inspirado em lei islâmica, Brunei punirá gays e adúlteros com apedrejamento | Igreja Batista Alianca Eterna
Compartilhe:
 

      Espiritual   •  Matérias

Inspirado em lei islâmica, Brunei punirá gays e adúlteros com apedrejamento


Inspirado em lei islâmica, Brunei punirá gays e adúlteros com apedrejamento

Em Brunei, país localizado na costa norte da ilha de Bornéu, no Sudeste Asiático, instaurou nesta quarta-feira (3) a pena de morte por apedrejamento para relações homossexuais e o adultério.

O sultanato realizou uma reforma em seu código penal inspirada na Sharia, a lei extremista muçulmana. Com isto, o país se torna o primeiro do sudeste asiático a usar a lei islâmica.

Ladrões também serão punidos severamente pela nova lei, com a amputação de um pé ou uma das mãos. Estupro e ofensas a Maomé serão punidos com a pena de morte.

Em seu discurso nesta quarta, sultão Bolkiah, que lidera a monarquia desde 1967, não fez referência à entrada em vigor das novas leis, mas defendeu um islã mais forte. “Quero que os ensinamentos islâmicos neste país sejam reforçados”, disse

O secretário-geral da ONU, António Guterres, criticou as novas leis e considerou que são uma clara violação dos direitos humanos. “A proteção dos direitos humanos de todas as pessoas para que possam estar com aqueles queiram e amar a quem desejam”, defendeu.

Uma nota do secretário-geral apresentada pelo porta-voz da ONU, Stephane Dujarric, declarou: “Creio que os direitos humanos devem ser respeitados nas relações de todas as pessoas, em todos os lugares sem nenhum tipo de discriminação”.

Personalidades como George Clooney e Elton John também se manifestaram contra o novo código penal  pediram um boicote aos hotéis de luxo vinculados ao sultão de Brunei, Hassanal Bolkiah.




Voltar




Maiores Informações: (11) - 4817-1362
secretaria@ibae.com.br



Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2019



  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube